fbpx

Business blog

Saiba o que é um Planejamento Orçamentário

Para quem está dando os primeiros passos na Gestão Empresarial, a experiência pode ser como um “admirável mundo novo” que se abre com infinitas possibilidades de melhorias nos processos da empresa, gerando impactos positivos diretamente no resultado (e também muita ansiedade em querer mudar tudo de uma só vez).

A boa notícia é que temos uma disciplina que estuda e organiza isto tudo de uma forma lógica, chamada Gestão do Desempenho Empresarial (conhecida pelas siglas CPM, BPM ou EPM), que pode ajudar sua empresa a ganhar velocidade neste processo. Aqui no Brasil mesmo temos a FNQ, uma fundação que desenvolve o MEG (Modelo da Excelência na Gestão), um dos melhores e mais completos modelos de gestão do mundo, que sua empresa pode usar como guia nesta longa (e infinita) jornada da melhoria dos processos e resultados.

 

Dentro da Gestão do Desempenho Empresarial, temos inúmeras ferramentas, teorias, modelos, metodologias e mais um caminhão de técnicas que se bem executadas, podem gerar grandes ganhos, contribuindo para o aumento dos lucros de uma empresa. No artigo de hoje vamos nos concentrar em uma delas e entender a fundo o que é Planejamento Orçamentário e como sua empresa pode tirar proveito dele.


Mas antes de falar sobre Planejamento Orçamentário, precisamos entender que ele é um dos pilares da Gestão Orçamentária que por sua vez é a disciplina que estuda como planejar e monitorar sistematicamente os resultados financeiros de sua empresa. Na imagem abaixo fica mais fácil entender como isto tudo acontece:



Neste artigo vamos nos concentrar na etapa do Planejamento Orçamentário, que é onde tudo começa!


Uma contabilidade de trás para frente


O que é planejamento orçamentário?


O Planejamento Orçamentário nada mais é do que planejar as Receitas, Custos, Despesas e Investimos que sua empresa estima para os próximos meses ou anos à frente. É como uma “contabilidade de trás para frente”, pois a contabilidade se preocupa, salvo exceções, em registrar as entradas e saídas financeiras que já ocorreram, enquanto o Planejamento Orçamentário busca “antecipar o futuro”, para que sua empresa possa se preparar melhor para o que está por vir.


Mas não devemos confundir Planejamento Orçamentário com adivinhação ou chute. Muito pelo contrário! Estamos falando de um instrumento que busca sempre se embasar em fatos e argumentos para realizar as previsões mais precisas e exatas possíveis.


Existem diversas formas de fazer isto. Seja partindo do seu Planejamento Estratégico, Tático e Operacional e convertendo-o em números, usando um orçamento com base no histórico dos anos anteriores, envolvendo os gestores que mais conhecem de cada departamento por meio do Orçamento Colaborativo ou usando para isto diversas outras técnicas. Jamais adivinhação!


O que considerar no Planejamento Orçamentário de sua empresa


Agora que já sabemos o que é Planejamento Orçamentário, precisamos saber como ele é feito. De maneira geral, orçamento de uma empresa geralmente é composto por:



  • Planejamento de Vendas

  • Projeção de Deduções de Vendas

  • Orçamento de Custos de Produção

  • Orçamento de Gastos com Pessoal

  • Orçamento de Despesas Operacionais

  • Orçamento de Investimentos


Você precisa entender bem o modelo de negócios de sua empresa e definir qual dos itens acima deverá colocar mais esforço. Por exemplo, se sua empresa possui muitos funcionários e os gastos com salários e benefícios representam o maior percentual das despesas, é ai que deverá focar para aproveitar oportunidades. Mas se, por exemplo, sua empresa é uma indústria que tem seus custos produtivos associados a um pequeno grupo de matérias-primas, pode ser que as melhores chances de reduzir custos com um bom planejamento orçamentário estejam neste ponto.

Enfim, é preciso avaliar e ponderar sempre. Afinal, se estamos planejando, devemos buscar sempre pelo melhor caminho possível.


E para que isto tudo?


Agora que já sabemos o que é Planejamento Orçamentário, como ele é composto e o que precisa ser feito, precisamos começar a colher os resultados.

Após a elaboração do orçamento pelas áreas, com as informações disponíveis é possível a geração dos três relatórios considerados essenciais para a gestão de qualquer empresa. Estamos aqui do falando do:



  • Demonstração de Resultado (DR) Projetada

  • Projeção de Fluxo de Caixa

  • Projeção de Balanço Patrimonial


Estes três relatórios são essenciais, não importando se sua empresa é um comercio, uma indústria ou presta serviços. Se é pequena, média ou grande. Se está começando ou já tem anos de estrada.


A grande mágica está na complementariedade entre eles. De forma bem sucinta, podemos dizer que a Projeção de DR mostra o quanto de lucro sua empresa vai gerar. Já a Projeção de Fluxo de Caixa mostra o quanto a empresa vai ter de dinheiro em caixa para honrar seus compromissos com funcionários e fornecedores. Por fim, a Projeção de Balanço Patrimonial nos diz o quanto a empresa irá acumular de riqueza no período projetado, expandindo ou não seu patrimônio.


Além dos três demonstrativos, uma vez pronto o Planejamento Orçamentário, também podemos extrair alguns dos Indicadores de Desempenho Fundamentais (projetados) que vão nos ajudar a entender de forma bem objetiva se os planos traçados para sua empresa fazem sentido ou não.


Ok, já sei o que é Planejamento Orçamentário. O que vem depois?


Como dissemos no início do post, o Planejamento Orçamentário é o que dá inicio a todo o processo e abre as portas do maravilhoso mundo da Gestão Orçamentária para sua empresa.

Mas sua empresa não deve parar por ai! Os próximos passos são criar algumas simulações de cenários (pelo menos um cenário pessimista e um cenário otimista) e claro, acompanhar regularmente os resultados para identificar o que está saindo conforme o planejado e o que pode estar desviando dos planos e precisará de ações corretivas. Além disto, um planejamento nunca dura para sempre e as Revisões Orçamentárias são sempre bem vindas para atualizar os planos com o novo cenário que a empresa está inserida.


Fonte: Treasy.


Newsletter

Cadastre-se e receba conteúdo relevante sobre contabilidade, gestão e negócios.

Postagens semelhantes